Tudo sobre o Ituano Futebol Clube

O Ituano Futebol Clube é um time de futebol da cidade de Itu, interior de São Paulo.

Hoje o clube participa de campeonatos paulistas e brasileiros, mas sua história começou junto com as ferrovias, ainda em 1947.

Conheça mais sobre o clube!

Escudo Ituano
 

História do Ituano

O clube foi fundado em 1947 após empresários donos da Estrada de Ferro Sorocabana, que passava por Itu, criarem a Associação Atlética Sorocabana, primeiro nome do time.

As primeiras competições foram os Campeonatos Paulistas da 3ª divisão entre os anos 1955 e 1959.

Em 1966, o time passou a se chamar Ferroviário Atlético Ituano.

O clube começou a ganhar destaque no interior do estado de São Paulo a década seguinte, após o fim do seu principal rival, o Clube Atlético Ituano.

Assim, a partir da década de 1980, o time começou a disputar o Campeonato Paulista pela 2ª divisão e em 1989, após vencer a competição, foi para a primeira divisão e teve seu nome alterado outra vez.

Assim, a partir da década de 1990, passou a se chamar Ituano Futebol Clube, como é conhecido até hoje.

Nesse mesmo ano, jogando pela 1ª divisão, o Ituano FC terminou a competição em 5º lugar e o jogador Alberto conquistou o troféu de artilheiro do campeonato, com 12 gols.

O time jogou outras vezes na primeira divisão, mas a partir de 1999 foi para a Série A2, em que ficou até 2001, quando retornou à primeira divisão e conquistou seu principal título no Campeonato Paulista de 2002.

Após isso, passou a disputar também campeonatos Brasileiros da Série C e B e busca crescer ainda mais e ganhar destaque em campeonatos paulistas.

 

Estádio do Ituano

A casa do Ituano FC é o Estádio Municipal Novelli Júnior, que foi inaugurado em 1947 e reinaugurado em 1954.

Foi construído para ocupar 15 mil pessoas.

Após reforma em 2010 para melhorias, sua capacidade subiu para 19 mil assentos.

Estádio Ituano
 

Ituano – Mascote, escudo e cores

O mascote surgiu ainda nos primeiros anos de atividade do clube, quando seu nome ainda era Associação Atlética Sorocabana.

O Ituano havia vencido seu principal rival, o Clube Atlético Ituano, na competição “Taça Cidade de Itu”, no ano de 1957, e, no dia seguinte, havia a frase “Galo de Itu” pichada no muro do local de treinamento do time.

A partir desse dia, o mascote do Ituano FC passou a ser um galo.

Galo Mascote

As cores e o escudo do time também mudaram com o tempo.

Durante a década de 1980 o clube passou a utilizar as cores vermelha e preta (anteriormente utilizadas pelo Clube Atlético Ituano), deixando a combinação original de azul e vermelho de lado.

A definição do distintivo que conhecemos hoje também foi feita apenas em 1989.

 

Títulos do Ituano

O principal título do Ituano FC foi o de vencedor do Campeonato Paulista de 2002 e 2014.

O clube também venceu a Copa Paulista em 2002 e o Campeonato Brasileiro da Série C em 2003.

Outro título importante foi o de campeão do Campeonato Paulista pela Série A2, em 1989, título que levou o time para a 1ª divisão pela primeira vez.

Campeão Paulista 2014

Conheça mais sobre os Jogadores do Ituano

O time de futebol Ituano Futebol Clube surgiu na década de 1940 na cidade de Itu, interior de São Paulo.

Primeiramente batizada de Associação Atlética Sorocabana, o time joga, hoje, em campeonatos paulistas e brasileiros com seus times profissionais e sub 20 e 17.

O time profissional tem ao todo 34 jogadores entre os titulares e os que podem ser relacionados para jogar a partida.

Veja quem são os principais jogadores do time.

Jogadores do Ituano (1)

Goleiros

Fábio: o jogador já fez parte de 12 clubes brasileiros e entrou para o time profissional do Ituano em 2015.

Diego: no time desde 2011, quando entrou para a equipe sub 20, o goleiro participa dos jogos profissionais desde 2014.

Zagueiros

Léo: seu primeiro jogo pelo Ituano foi em 2011, na equipe sub 17. Foi titular e capitão da equipe sub 20.

No time profissional se tornou titular em 2016 para disputar o Campeonato Brasileiro.

Luís Felipe: é o primeiro atleta do clube convocado para a seleção brasileira sub 20 e entrou no Ituano em 2012, na equipe sub 15.

Entrou para o time profissional em 2015.

Naylhor: entrou para o time profissional do Ituano no início de 2015 para o Campeonato Paulista.

Michel: o zagueiro começou no time em 2016 e já jogou no Campeonato Paulista.

Laterais

Peri: entrou no time para o Campeonato Paulista de 2015 e foi emprestado após o término da competição. Voltou para o time profissional do Ituano já em 2016, para jogar no Campeonato Paulista.

João Paulo: o jogador começou a treinar no Ituano em 1998 e fez parte das equipes juvenil, juniores e profissional.

Ficou no clube até 2002 e retornou em 2015, fechando contrato até o final do Campeonato Paulista de 2016.

Pacheco: o atleta já jogou em times como Limense, Criciúma e Bragantino e chegou no Ituano na temporada de 2015.

Meio campo

João Denoni: entrou para o Ituano no início de 2016.

Igor: também chegou como reforço para o time no Campeonato Paulista de 2016.

Anderson Zangão: jogou pelo Ituano na Copa Paulista de 2015, em que o time foi vice-campeão.

Simião: é titular do time para a Campeonato Paulista 2016 após ter sido vice-campeão no ano anterior pela Copa Paulista.

Guly: o jogador tem experiência de 15 anos em times da Itália, da Inglaterra e na Liga Americana.

Chegou no Ituano no início da temporada de 2016.

Jonatan Lima: formado na base do Corinthians, o jogador já foi de Guaratinguetá e Internacional de Porto Alegre e chegou ao Ituano em 2015.

Kenedy: entrou para reforçar a equipe da Copa Paulista em 2015.

Guilherme: jogou nas categorias de base do clube (sub 20) até 2015, quando passou para a equipe profissional para disputar os campeonatos da temporada.

Atacantes

Wesley: entrou para o Ituano em 2011 no sub 17 e entrou para a equipe profissional em 2015, depois de participar dos campeonatos paulistas sub 17 e sub 20.

Marcão: começou na equipe sub 17 e em 2016 se tornou recordista em número de jogos e maior artilheiro da equipe.

Jogou a Copa Paulista em 2012 e ganhou o Paulista em 2014.

Claudinho: foi campeão Paulista de 2014, mesmo ano em que entrou para o Ituano.

Em 2015, foi vice-campeão da Copa Paulista.

Jogadores do Ituano

Top 10 melhores chuteiras vendidas no Brasil!

As lojas de artigos esportivos contam sempre com uma grande quantidade de produtos, modelos e marcas.

Em meio a tanta opção, às vezes fica difícil decidir qual levar e acabamos escolhendo sem pensar muito bem e, por isso, nem sempre compramos o produto com maior custo benefício.

Quem gosta de jogar futebol sabe o quanto é difícil saber quais são as melhores chuteiras do mercado.

Por isso, separei uma lista com as 10 melhores chuteiras de marcas conhecidas e que são vendidas em lojas nacionais!

Nike

Nike Magista Obra

Chuteira própria para jogo de campo, ela é feita de tricô, o que ajuda no conforto.

Tem trava fixa e o modelo conta com diversos tipos de tecnologias que ajudam na melhora do desempenho, como resistência à água, redução de peso e textura no cabedal, que oferece maior controle de bola.

O preço varia entre mil e 1500 reais.

Nike Magistra Obra

Nike Superfly

O modelo promete mais estabilidade e conforto para jogos em campos.

 Com travas ocas e placa de nylon, a tração também melhora.

Tem tecnologia “All Conditions Control”, que auxilia no controle dos movimentos.

Seu valor gira em torno de R$ 1200.

Nike Superfly

Nike Tiempo

Essa é mais barata que as anteriores, mas ainda assim está na lista de melhores chuteiras da marca.

O modelo tem perfurações laterais para aumentar a ventilação, mas é também à prova d’água, garantindo maior conforto.

As travas são em placa de TPU, que dão flexibilidade e melhor tração.

Vendida na Netshoes por R$ 250 (Se usar o cupom da Netshoes, o valor chega a R$230)

Nike Tiempo

Nike Hypervenom

Ótima para quem quer mais velocidade nos movimentos, a chuteira tem trava fixa e material sintético texturizado para melhorar o toque de bola.

A palmilha é perfurada para diminuir a pressão.

Preço médio de 200 a 300 reais.

Nike Hypervenom

Adidas

Adidas Adizero

Para campo e feita com material sintético, esse modelo tem trava fixa do tipo traxion e pesa cerca de 191 gramas.

A chuteira também é compatível com dispositivos que medem o desempenho.

É vendida pelo valor aproximado de 700 reais.

Adidas Adizero

Adidas Predator Instinct

Feita para melhorar o controle de bola e movimento em jogos de campo, o modelo promete ter grande resistência ao atrito, maior conforto e absorção de água.

 As travas são removíveis e é vendida por cerca de 500 reais.

Adidas Predator Instinct

Adidas Messi 15.2 FG

Feita de material sintético, tem solado de TPU e travas fixas que garantem maior tração no gramado e estabilidade para finalizar as jogadas.

Custa em média 400 reais na Centauro. Se usar o cupom da Centauro, o valor cai para 350.

Adidas Messi 152 fg

Adidas Ace

O modelo promete maior estabilidade e controle de bola.

O material é sintético e promove conforto e ventilação, além de ser leve e com design moderno.

Custa cerca de 500 reais.

Adidas Ace

Puma

Puma Evospeed

Para jogos de campo, contém trava cônicas, que melhoram a velocidade da corrida e a estabilidade.

Feita em material sintético, tem palmilha de EVA forrado e injetado que ajuda no conforto.

Valor gira em torno de R$ 200.

Puma Evospeed

Puma Evopower

Chuteira de campo, o modelo tem trava cônica fixa e é feito de material sintético.

Tem tecnologia GripTex, que aumenta o controle da bola.

Custa em média 300 reais.

Puma Evopower

Conheça a História/Biografia do Ituano!

Um dos mais tradicionais clubes de futebol do estado de São Paulo, o Ituano Futebol Clube é um orgulho para a cidade de Itu. Fundado por operários da ferrovia Sorocabana no ano de 1947, o clube é um dos principais responsáveis por levar o nome da cidade, que tem a fama do exagero, por todo o país.

45626_full

Inicialmente, a equipe não disputava campeonatos profissionais, mas em 1956 o clube foi bicampeão da Terceira Divisão de Profissionais. Em 1977, um grupo de esportistas da cidade decidiu unificar o futebol da cidade em torno do Ferroviário Atlético Ituano (FAI) e reativou a Liga Ituana de Futebol. No ano seguinte, a equipe disputou a terceira divisão de profissionais da Federação paulista de Futebol. O clube teve sua ascensão no ano de 1990, quando disputou pela primeira vez a primeira divisão do campeonato paulista.

Além das conquistas em campo, a partir de 1967 o Ituano ganhou destaque nacional graças ao personagem “O Caipira”, interpretado pelo comediante Simplício na extinta “Praça da Alegria”, hoje “A Praça é nossa”. Conhecido como o menino caipira, fanático pelo time de futebol da cidade, que afirmava que “em Itu tudo é grande”, o humorista tem uma grande importância na divulgação do nome da cidade de Itu e do Ituano Futebol Clube.

img_historia_3

Fundado em 24 de maio de 1947 por funcionários da ferrovia Sorocabana, o clube ganhou o nome de Associação Atlética Sorocabana. Nos anos 60, se transformou em Ferroviário Atlético Ituano, até chegar ao nome de Ituano Futebol Clube no ano de 1990.

Apesar do bicampeonato da Terceira Divisão de Profissionais (1954/55), foi somente a partir de 1977, com a unificação da Liga Ituana de Futebol, que o Ituano, ainda com o nome de Ferroviário Atlético Ituano, passou a ser o grande representante da cidade de Itu no futebol profissional. Em 1978, a equipe voltou a disputar o campeonato da terceira divisão de profissionais da Federação Paulista de Futebol. Em 1982, com a reestruturação dos campeonatos organizados pela Federação Paulista de Futebol, a equipe foi colocada na Segunda Divisão.

img_historia_4

Nesta época, o time já era caracterizado pelas cores atuais: vermelho e preto, sendo por esta razão, conhecido como o rubro-negro de Itu. No ano de 1984 vem o primeiro resultado importante da equipe. A conquista da fase classificatória da Segunda Divisão cria uma nova fase do clube. A torcida, eufórica com essa conquista, fortaleceu os laços com a equipe o que resultou na fundação da primeira torcida organizada do Ituano, a TUGI – Torcida Organizada do Galo Ituano.

Em 1989 mais uma conquista histórica para o Ituano, que na época, ainda era Ferroviário Atlético Ituano. O clube conquista o título de Campeão Paulista da Divisão Especial e o tão sonhado acesso à primeira divisão do Campeonato Paulista, entre os grandes do estado. Em 1990, para comemorar essa nova etapa e vincular definitivamente a imagem do time à cidade, passa a chamar Ituano Futebol Clube.

img_historia_2

Infelizmente, em 1993 o Ituano é rebaixado para a Série A-2, e em 1997 retorna à A-1. No entanto, dois anos depois volta a ser rebaixada. Em 1993, o Ituano foi rebaixado para a Série A2 e retornou para a Série A1 em 1997. Dois anos depois, caiu novamente de divisão. No ano seguinte, retorna a divisão principal do Campeonato Paulista.
A partir desse momento, o Ituano conquista alguns resultados expressivos, sendo os mais importantes, o Campeonato Paulista da Primeira Divisão de 2002, Campeonato Brasileiro da Série C em 2003 e o direito de disputar a Copa do Brasil. Em 1999, além do regresso à primeira divisão paulista, a equipe também conquistou seu primeiro campeonato internacional, a Sempione Cup (1999), na Suíça.

img_historia_1

Em 2007, após uma série de problemas durante o campeonato, a equipe foi rebaixada para a série C do Campeonato Brasileiro. No final de 2007, é firmada uma parceria com uma empresa de marketing esportivo. A parceria dura um ano e meio e, em julho de 2009, uma nova fase começa no Ituano. Uma parceria entre o ex-jogador do clube Juninho Paulista e o amigo Roberto Carlos, assume a gestão do clube até 2014. Inicialmente, o projeto é de reestruturação da equipe, mantendo-a entre as principais do estado de São Paulo, no entanto, além do resgate da identificação do clube com a cidade de Itu, almejam o crescimento da equipe no cenário nacional.